7ª Mostra Canavial de Cinema

Em tempos de uma modernidade líquida e acelerada, onde tudo muda repentinamente, se faz necessário reacender a chama das nossas memórias e nos conectar com as raízes do nosso passado: aquelas que sustentam o presente e que nos aponta em direção ao futuro.

Por meio de uma programação composta por 10 filmes, vamos navegar por diferentes saberes tradicionais guardados e transmitidos por mestras e mestres: dos saberes curandeiros da terra as manifestações populares, do ofício hereditário as lembranças ancestrais. Nessa 7ª Mostra Canavial, convidamos a olhar fundo na tela e ver a força das tradições vivas, que resistiram ao dinamismo do tempo e que preservam sua memória no coração de suas gerações.

Thay Limeira
Curadora da 7ª Mostra Canavial de Cinema

É janeiro de 2018, primeiros dias de um ano definitivo para a história do Brasil. Ou será encerrado o ciclo de um golpe de Estado patrocinado pelo capital financeiro internacional que se alastra pela América Latina, ou o povo brasileiro se conecta consigo mesmo e lança mão firmemente em sua soberania nacional, para assim, talvez, poder sonhar com um país cada vez menos injusto.

É nesse sentido, o do “conectar-se consigo”, que a Mostra Canavial de Cinema, em sua 7ª Edição, propõe ao seu público reflexões acerca do tema “Saberes Ancestrais”, que guiou não só a curadoria dos programas oficiais formado por 10 curtas-metragens, como todas as atividades desta edição. Assim a Mostra Canavial se conecta com seu tempo e seu espaço e reafirma sua postura política.

Ao todo serão 16 sessões oficiais, sessões especiais, encontros sobre produção audiovisual, oficinas, debates e apresentações artísticas que compõem a programação da 7ª Mostra Canavial de Cinema. São mais de 24h de exibição de cinema libertador para uma população que invariavelmente está à margem do acesso a qualquer experiência cinematográfica, muito menos com conteúdos que o proponham conexão com suas origens, valores e identidade.

Convidamos toda a população da Zona da Mata, principalmente das cidade de Condado, Goiana, Glória do Goitá, Lagoa do Carro, São Vicente Ferrer, Tracunhaém, Nazaré da Mata e Vicência, para começar esse importante ano para o Brasil refletindo junto com nossa programação, olhando para os filmes como quem olha pra dentro de si, para as origens da sabedoria do nosso povo e da nossa ancestralidade, que é a maior força que um povo pode ter contra seu dominador.

Caio Dornelas
Idealizador e Coordenador da Mostra Canavial de Cinema